Segurança no trânsito precisa de mobilização permanente

29/05/2017
Segurança no trânsito precisa de mobilização permanente
Autor da Lei Seca e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, o deputado federal Hugo Leal defendeu a mobilização permanente da sociedade pela segurança viária ao proferir palestra na sexta (26/05), em Petrópolis, sobre o Maio Amarelo, movimento criado para alertar sobre o alto número de mortos e feridos no trânsito do Brasil. “Temos um enorme desafio pela frente para tornar as nossas vias mais seguras. E esse desafio não será superado apenas com ação do governo. É preciso mobilização da sociedade e, por isso, o Maio Amarelo é um movimento, algo permanente, é não uma campanha", explicou o parlamentar, um dos líderes do movimento.
Na palestra, na sede da OAB de Petrópolis, Hugo Leal fez um histórico do Maio Amarelo desde seu lançamento após a criação da década de segurança viária da ONU. Ele lembrou ainda que o lema do Maio Amarelo 2017 é ‘Minha Escolha Faz a Diferença’, criado para provocar uma reflexão sobre as decisões cotidianas dos motoristas que podem provocar graves consequências no trânsito. “É um momento para reforçar a consciência de que não há acidentes: 90% das ocorrências no trânsito têm como motivação falhas humanas. Os números alarmantes de vítimas são provocados pela imprudência – de dirigir sob efeito de álcool ou em alta velocidade, por exemplo; ou pela desatenção – no caso, cada vez mais comum e preocupante, de usar o celular ao volante”, acrescentou o deputado Hugo Leal.
O parlamentar ressaltou também o aumento do número de óbitos em acidentes com motocicletas. Dos 44 mil mortes no trânsito, 37% eram motociclistas ou passageiros de motos. "Este é um debate que estamos mantendo na Câmara: como reduzir o acidente com motos?", contou Hugo.
A palestra sobre o Maio Amarelo na sede da OAB/RJ, subseção Petrópolis, foi acompanhada pela presidente da comissão OAB mulher e tesoureira da subseção, Priscila Rodrigues, e pelo coronel Thiago Sardinha, subcomandante do 26 BPM. "O trânsito é um grave problema de segurança e saúde pública e seria ainda mais grave se não houvesse uma bênção chamada Lei Seca", destacou o oficial.
No evento, Hugo Leal, também coordenador da bancada do Rio na Câmara dos Deputados, abordou ainda a 4ª Semana Global de Segurança Viária da ONU, realizada em maio, que teve como tema central a redução da velocidade para salvar vidas. Durante a semana da ONU, a Rede Global de Legisladores para a Segurança Viária, da qual Hugo Leal faz parte, lançou um manifesto com as prioridades para políticas públicas e legislação para o trânsito seguro.

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!