​Saiba mais sobre as Seguradoras que formam o Consórcio do Seguro DPVAT

27/03/2018
​Saiba mais sobre as Seguradoras que formam o Consórcio do Seguro DPVAT

Como as Consorciadas surgiram?

Em 2006, para garantir que o Seguro DPVAT atendesse cada vez mais as necessidades da população brasileira, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) determinou, através da Resolução nº 154, a constituição de dois Consórcios específicos, a serem administrados por uma seguradora especializada, na qualidade de líder. Para atender a essa exigência, surgiu, em 2007, a Seguradora Líder do Consórcio do Seguro DPVAT S.A – constituída por seguradoras autorizadas a operar no mercado nacional, representando-as nas esferas administrativa e judicial. Hoje, são 77 seguradoras fazem parte do Consórcio, sendo 57 delas acionistas. Clique aqui para conferir a lista completa.

Qual o papel delas?

As Seguradoras Consorciadas são responsáveis pela garantia e receber solicitações de indenizações, além de prestar atendimento a eventuais dúvidas e reclamações da sociedade. Desde a implantação desse modelo de gestão centralizado, muitos benefícios já puderam ser sentidos, galera, tais como a redução da inadimplência, a elevação do número de pontos de atendimento, além da padronização das operações em todo o território nacional.

Como aderir ao Consórcio do Seguro DPVAT?

Essa é uma pergunta que a gente costuma escutar bastante e a resposta é bastante simples. Qualquer seguradora autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) a operar no país no segmento de seguros de danos e/ou pessoas, pode aderir ao Consórcio. Basta preencher um formulário manifestando seu interesse, disponível neste link no Canal das Consorciadas.

Relacionamento próximo

Estar próximo às Seguradoras Consorciadas é muito importante para a Seguradora Líder e, pensando nisso, em 2017, foi instituído um encontro periódico com todas essas empresas. O objetivo é discutir práticas e iniciativas que fomentem a eficiência nos processos. O último encontro foi no dia 22/02 e você pode conferir tudo o que aconteceu por lá clicando aqui.

Outra novidade bem bacana é que as Consorciadas foram o foco do projeto de digitalização, que viabilizará digitalizar os documentos necessários para dar entrada no pedido de indenização já nos pontos de atendimento, possibilitando que os beneficiários mantenham, em seu poder, a documentação original. 

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!