Comissão vai discutir impacto no trânsito de carros sem motorista

24/11/2017
Comissão vai discutir impacto no trânsito de carros sem motorista

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou requerimento do deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ) para a realização de audiência pública com o objetivo de discutir sobre o impacto da utilização de veículos autônomos e semiautônomos em vias públicas para a segurança viária. " É indiscutível o avanço tecnológico no ramo automotivo: experiências estão sendo feitas em todo o mundo, inclusive aqui no Brasil, com a utilização de veículos autônomos e semiautônomos. Nesse contexto, esta Comissão não pode ficar alheia ao impacto dessas novidades na segurança viária", argumentou o deputado, autor da Lei Seca e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro.

No mês passado, um miniônibus elétrico sem motorista fez sua primeira viagem na Alemanha. O grupo BMW trabalha numa fase de desenvolvimento de veículo que permite ao motorista tirar as mãos do volante por um breve período de tempo sem comprometer a rota. Na China, a Baidu, chamada de Google chinês, trabalha para o desenvolvimento de carros e ônibus autônomos. A Telsa, dos Estados Unidos, também já testa carros sem motorista. A experiência com veículos autônomos já alcançou outras cidades do mundo, como Paris, Lyon, Las Vegas e Dubai.

Para Hugo Leal, os veículos autônomos e semiautônomos já são uma realidade. "Por essa razão necessitamos discutir como essa inovação impactará na segurança viária e na mudança do perfil do transporte de cargas e de passageiros, com a participação de diversos especialistas e representantes do Poder Público, a fim de começarmos a analisar a regulação dessa matéria em nosso país, especialmente quanto à legislação de trânsito e de transporte", destacou o presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro.

Serão convidados pela CVT para a audiência pública, em da ta a ser marcada, o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Coelho Vicenzi, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Antonio Carlos Botelho Megale, um representante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o professor Alberto Ferreira de Souza, coordenador do Projeto Veículo Autônomo da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), representantes das empresas Google e Volvo, Luiz Otávio Maciel Miranda, membro do Fórum Global para a Segurança Viária e José Aurélio Ramalho, diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária.

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!