Rede Global de Legisladores lança manifesto pela segurança viária

Rede Global de Legisladores lança manifesto pela segurança viária

A Rede Global de Legisladores para a Segurança Viária aproveitou a Semana Global de Segurança Viária da ONU para lançar um manifesto com as prioridades para políticas públicas e legislação para o trânsito seguro. "Reunimos um conjunto de estratégias e recomendações para reduzir o número de vítimas do trânsito, afinadas com as iniciativas da Década de Segurança Viária das Nações Unidas", explicou o deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ), presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, e integrante do Conselho de Líderes da Rede Global de Legisladores para a Segurança Viária, criada em Londres, em dezembro, após reunião de parlamentares de todo o mundo.

No Manifesto #4Road Safety, a rede de legisladores convoca parlamentares e gestores públicos de todo o mundo a se engajarem no trabalho para a redução do número de vítimas do trânsito. "Nós precisamos avançar mais para estabelecer efetiva uma cooperação internacional para reduzir o número de mortes e lesões. Nós precisamos que cada vez mais agentes públicos - do Legislativo, o nosso foco, mas também do Executivo e do Judiciário - assumam o compromisso de trabalhar pela meta da Década da ONU de Ação para aSegurança Viária de reduzir em 50% o número de vítimas do trânsito, explicou Hugo Leal.

Autor da Lei Seca e com um conjunto de outras iniciativas na área de trânsito e transporte, o parlamentar tem participado ativamente das ações da ONU e da Organização Mundial de Saúde pela segurança viária, o que o levou a ser convidado para compor a Rede Global de Legisladores. O Manifesto #4Road Safety foi lançado em Londres pelo presidente da rede, Barry Sheerman, membro do Parlamento Britânico, onde é presidente do Conselho de Segurança do Transporte, e pelo príncipe Michael de Kent, primo da Rainha Elizabeth e patrono da Fundação Towards Zero, que trabalha pela segurança viária. "O manifesto lançado pela Rede Global de Legisladores pela Segurança Viária tem 10 recomendações para serem seguidas em todo o mundo: de dobrar os esforços para reduzir as vítimas da violência no trânsito a aumentar os financiamentos dos bancos multilaterais de investimentos para infraestrutura viária com foco em segurança; de aprimorar a legislação para reduzir a velocidade e coibir o uso de álcool ou drogas ao volante", explicou Hugo Leal.

O deputado brasileiro Hugo Leal é o único representante da América Latina no Conselho de Líderes da Rede Global de Legisladores para a Segurança Viária, composto também por François Bausch, ministro do Desenvolvimento Sustentável e Infraestrutura, de Luxemburgo; Andrian Candu, presidente do Parlamento, da Moldávia; Nikorn Chamnong, parlamentar e presidente do Comitê para Reforma do Sistema de Segurança Viária, da Tailândia; Ihor Didenko, parlamentar e presidente do Subcomitê de Segurança do Trânsito do Comitê Parlamentar de Transporte, da Ucrânia; Mohamed Elsayede Teama, chefe do Comitê de Transporte da Câmara dos Deputados, do Egito; Jim Fitzpatrick, parlamentar, ex-ministro de Segurança Viária, e vice-presidente do Conselho Parlamentar de Segurança no Transporte, do Reino Unido; Alex Gallacher, senador e co-presidente do Grupo Parlamentar de Amigos da Segurança Viária, da Austrália; Naira Karapeyan, parlamentar da Armênia e relatora do Conselho da Europa para Segurança Viária e Saúde Pública; Deiter-Lebrecht Koch, deputado alemão no parlamento europeu, vice-presidente do Comitê de Transporte e Turismo do Parlamento Europeu; Ganesh Mandal, deputado, integrante do Comitê de Assunto dos Estados e ex-ministro da Saúde, do Nepal; Llew O’Brien deputado e co-presidenterupo Parlamentar de Amigos da Segurança Viária, da Austrália; Adadi Rajabu, embaixador, parlamentar e presidente do Comitê Parlamentar de Assuntos Estrangeiros, Defesa e Segurança, da Tanzânia; Cesar Sarmento, deputado, presidente do Comitê de Transportes da Câmara dos Deputados, das Filipinas; Olga Sehnalová, deputada no Parlamento Europeu pela República Tcheca, integrante do Comitê de Mercado Interno e Defesa do Consumidor do Parlamento Europeu; Jose Serrano, deputado, integrante do Comitê de Orçamento da Câmara dos Deputados, dos Estados Unidos; e Barry Sheerman,parlamentar e presidente Conselho Parlamentar de Segurança do Transporte, do Reino Unido, e também do presidente da Rede Global de Legisladores para a Segurança Viária.

O manifesto, por enquanto em inglês, está AQUI.

E o resumo das recomendações AQUI.

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!