Presidente da Frente defende mais rapidez na suspensão do direito de dirigir

Presidente da Frente defende mais rapidez na suspensão do direito de dirigir

O deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ) participou, nesta quarta (20/09) de debate promovido pelo Focotran (Fórum dos Conselhos Estaduais de Trânsito) sobre medidas para tornar mais efetivas a legislação brasileira sobre segurança viária. "Precisamos tornar as penas mais duras para os crimes de trânsito e tornar mais céleres as punições administrativas aos motoristas", afirmou o deputado, autor da Lei Seca e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro.

O VI Encontro Nacional dos Conselhos Estaduais de Trânsito, que vai até esta quinta (21) no Hotel Windsor Plaza, em Brasília, faz parte da programação da Semana Nacional do Trânsito. O deputado Hugo Leal frisou que o legislativo vem trabalhando para aprimorar o Código Brasileiro de Trânsito, que completa agora 20 anos e destacou o PL 5568/2013, que aumenta as penas para quem provoca mortes e lesões graves no trânsito. "É uma legislação que, como a Lei Seca, vem em defesa da vida humana", acrescentou. O parlamentar lembrou ainda que a Lei Seca completa 10 anos em 2018 e será um momento de avaliar seus resultados. "Tenho certeza que muitas vidas foram salvos, mas também que mais poderiam ser salvas se tivéssemos uma fiscalização mais ampla e eficiente".

O deputado Hugo Leal incentivou os Conselhos Estaduais de Trânsito a se debruçarem sobre o andamento dos processos administrativos para a punição dos condutores. "È fundamental a celeridade no processo de suspensão do direito de dirigir. A demora causa a sensação de impunidade e acaba estimulando novas infrações", afirmou o presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Ttânsito Seguro.

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!