Hugo Leal lamenta mistura de álcool e direção no Carnaval

Hugo Leal lamenta mistura de álcool e direção no Carnaval

Hugo Leal lamenta mistura de álcool e direção no Carnaval

 

Apesar do balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta quinta-feira (19), ter mostrado que o número de acidentes, mortos e feridos nas rodovias durante o Carnaval foi o menor nos últimos oito anos, os dados sobre a mistura álcool e direção continuam preocupantes. Para o deputado federal Hugo Leal (Pros-RJ), autor da Lei Seca as estatísticas foram positivas, mas, infelizmente o trio álcool, direção e carnaval continuou presente nas estradas federais este ano.  De acordo com a PRF, 2.006 motoristas foram autuados por terem sido flagrados ou se recusarem a fazer o teste do bafômetro.

Hugo Leal elogiou a ação da PRF neste Carnaval. “Apesar de seu efetivo não ser o ideal o esforço rendeu dados positivos”, afirma o deputado. Para ele, a redução de acidentes e mortes nas estradas registrados nos últimos anos, foi motivada por uma conjunção de fatores, como tecnologia, conscientização dos motoristas e aprimoramento da legislação, com penalidades maiores para determinadas infrações.

O balanço da PRF mostrou que o  número de acidentes, mortos e feridos nas rodovias federais durante o Carnaval foi o menor nos últimos oito anos. Apenas em relação ao ano passado, a redução no número de acidentes foi de 22% e o total de mortes nas estradas caiu 28% em comparação com 2014. No Carnaval deste ano foram 2.785 acidentes, com 1.786 feridos e 120 vítimas fatais, enquanto no ano passado a PRF registrou 3.357 acidentes, 2.066 feridos e 159  mortos. 

Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!