ANTT autoriza pedágio em novo posto da BR-040 no RJ

ANTT autoriza pedágio em novo posto da BR-040 no RJ

ANTT autoriza pedágio em novo posto da BR-040 no RJ 

Cobrança vale a partir da zero hora de sexta-feira, dia 18 de julho

Fonte: O Globo

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a cobrança de pedágio na Praça de Xerém na BR-040, na subida para Petrópolis. A nova praça está localizada no km 102 da rodovia e substitui outra existente no km 104 e integra o conjunto de obras da nova subida da Serra. A autorização foi publicada no “Diário Oficial da União” desta quarta-feira, e vale a partir da zero hora de sexta-feira, dia 18 de julho, quando a praça do pedágio entra em operação.

A praça fica em Duque de Caxias, no km 102 da rodovia, a dois quilômetros da praça antiga (km 104), que será desativada e permanecerá sinalizada, com vias abertas e destinadas à passagem do tráfego. Para quem segue do Rio de Janeiro a Petrópolis, a principal alteração com a operação da nova praça é o ponto de acesso à subida da serra, que se dará pelo km 101, através do antigo retorno do trecho, adaptado para receber o fluxo de tráfego em direção a Minas Gerais.

A nova praça de pedágio faz parte do conjunto de obras da Nova Subida da Serra, projeto sob responsabilidade da Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora – Rio (Concer), concessionária que administra a via. Toda a obra inclui ainda a construção de 20 quilômetros de rodovia, que terá as pistas de subida duplicadas.

Prevista no Programa de Exploração da Rodovia (PER), de 1995, as obras só começaram no primeiro semestre do ano passado devido a revisões contratuais. O custo total será de R$ 900 milhões. Diariamente, 20 mil veículos passam pela estrada.

Segundo a Concer, com a conclusão das obras, serão encerradas as frequentes operações de reversão de pista na descida da estrada para permitir o trajeto de carretas de grandes dimensões durante a madrugada, quando chegam a ser necessárias interdições totais do tráfego.




Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!